Dados: O Farol no Nevoeiro do Mercado das Pequenas e Médias Empresas



Camilla Natividade*

 

Com o foco em levar as empresas a tomarem decisões com mais segurança e assertividade, os dados de mercado se tornam decisivos para as pequenas e médias empresas (PMEs), afinal, é por meio das pesquisas e dos dados obtidos com elas que o empreendedor pode ver claramente as oportunidades e ameaças dentro do seu mercado de atuação.

Para tornar o tema mais compreensível, o exemplo a seguir de um estabelecimento pode explicar bem essa necessidade indispensável que os dados de mercado têm para as PMEs: A ‘Doces Delícias’, uma confeitaria de pequeno porte, enfrentou um desafio comum no mundo empresarial: a expansão sem uma análise aprofundada de dados. Ao abrir uma nova filial baseada em intuição, em vez de dados concretos, a empresa sofreu prejuízos significativos.

Só com o parágrafo acima, compreende-se a importância crítica de basear decisões em dados sólidos. No universo das PMEs, cada escolha pode ter um grande impacto. Ferramentas de inovação digital, como softwares de análise de dados, são essenciais para revelar tendências de consumo e preferências do cliente.

Após esse contratempo, a ‘Doces Delícias’, guiada por seu empresário, colaborou estritamente com seu contador. Juntos, eles analisaram a situação, usando os números para iluminar o caminho a trilhar. A análise mostrou que, apesar do revés inicial, a empresa ainda possuía um grande potencial de recuperação e crescimento. Essa parceria estratégica entre o empresário e o contador foi crucial para redefinir a estratégia da confeitaria, mantendo o empresário no centro do palco com o contador atuando como um conselheiro confiável e essencial.

A história da ‘Doces Delícias’ é um lembrete poderoso de que, no mundo dos negócios, andar às cegas é arriscado. Dados e análises não são apenas ferramentas; são faróis que iluminam o caminho para decisões sábias e lucrativas. Neste cenário, a relação sinérgica entre o empresário e o contador emerge não apenas como um elemento de suporte, mas como uma parceria estratégica para o sucesso.

É indispensável a colaboração entre empresário e contador, mantendo o empresário como figura central na tomada de decisões e o contador se destacando como um parceiro estratégico, principalmente através das inovações digitais que o profissional pode agregar à empresa, com o uso de ferramentas inclusivas, desburocratizadas e eficazes que geram dados de fácil compreensão e análise. Lembre-se: nos negócios, decisões fundamentadas em dados é determinante.

*Camilla Natividade é bacharel em Gestão Financeira pela Universidade Paulista, possuindo quase 20 anos de experiência na área contábil e fundadora/CRO (Diretora de Finanças) da ContábilHUB, assessoria especializada em serviços contábeis e de gestão financeira desburocratizados e digitais para pequenas e médias empresas. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos